Home / Tecnologia /

Transforme sua TV comum em SmartTV

Transforme sua TV comum em SmartTV

Rapsberry Pi

Rapsberry Pi

A foto ao lado mostra um PC Rapsberry Pi. Ele tem as mesmas medidas que um cartão de crédito, custa 170 reais e funciona com sistemas gratuitos.

A idéia apare­ceu em 2006, quando alguns ami­gos do Lab­o­ratório de Com­putação da Uni­ver­si­dade de Cam­bridge se jun­taram para criar um com­puta­dor barato para ser usado como fer­ra­menta de ensino. A idéia era um com­puta­dor extrema­mente acessível e que ini­ci­asse dire­ta­mente em um ambi­ente de pro­gra­mação. Em 2008 eles cri­aram a Rasp­berry Pi Foun­da­tion para trans­for­mar este pro­jeto em real­i­dade. Depois de 3 anos e alguns pro­tóti­pos nasceu a Rasp­berry Pi.

DOCUMENTAÇÃO

Na wiki do pro­jeto você deve encon­trar toda a doc­u­men­tação necessária, incluindo esquemáti­cos, guias de usuário, pro­je­tos exis­tentes, etc.

A Broad­com não lib­era o datasheet com­pleto do BCM2835. Se você quiser este datasheet, pre­cisa assi­nar um NDA com a Broad­com! Mas uma ver­são cobrindo pelo menos o hard­ware disponível na placa pode ser aces­sado aqui.

O esquemático com­pleto da placa (mod­elo B) esta disponível aqui.

Já os arquivos do pro­jeto da placa (BOM, ger­ber, PCD lay­out, etc) ainda não estão disponíveis. Por­tanto, ainda não podemos con­sid­erar a Rasp­berry Pi um pro­jeto de Open Hard­ware igual à Bea­gle­board por exemplo.

O fórum do pro­jeto tam­bém é bas­tante movi­men­tado, e pode ser aces­sado aqui.

PRIMEIROS PASSOS

Quando você com­pra a placa, você só recebe… a placa! Então se você quiser tes­tar alguma das dis­tribuições disponíveis para a Rasp­berry Pi, vai pre­cisar dos seguintes itens adicionais:

  • Um cabo micro USB para ali­men­tar a placa.
  • Um cartão SD para gravar o sis­tema operacional.
  • Um mon­i­tor ou uma TV com entrada HDMI ou com­pos­ite (RCA).
  • Um teclado e um mouse USB.

Já exis­tem diver­sas dis­tribuições disponíveis para a Rasp­berry Pi. Vamos fazer um teste com a Rasp­bian “wheezy”, uma ver­são otimizada do Debian wheezy com suporte à hard-float ABI. Isso sig­nifica que todo o sis­tema opera­cional (ker­nel, bib­liote­cas e apli­cações) foi com­pi­lado para aproveitar as instruções de ponto flu­tu­ante provi­das pela CPU, o que deve mel­ho­rar a per­for­mance de algu­mas aplicações.

Para insta­lar no cartão SD, basta baixar a imagem, descom­pactar e fazer um ddpara o cartão:

wget http://files.velocix.com/c1410/images/raspbian/2012-08-16-wheezy-raspbian/2012-08-16-wheezy-raspbian.zip
unzip 2012-08-16-wheezy-raspbian.zip.1
sudo dd if=2012-08-16-wheezy-raspbian.img of=/dev/sdX

Sub­sti­tua /dev/sdX no comando acima pelo nome do arquivo de dis­pos­i­tivo do seu cartão SD.

CUIDADO: o uso do arquivo de dis­pos­i­tivo errado pode apa­gar o seu HD!

O primeiro boot pode ser um pouco mais demor­ado, mas os próx­i­mos boots com inter­face grá­fica levam menos de 1 min­uto! Esta dis­tribuição usa o LXDE como geren­ci­ador de janelas, e vem com apli­cações educa­ti­vas como o Scratch e o Squeak.

MEDIA CENTER DE BOLSO

Outra dis­tribuição inter­es­sante é a Raspbmc, que é baseada no Debian e usa oXBMC para trans­for­mar a Rasp­berry Pi em um media center.

Para insta­lar no cartão SD, é só baixar e exe­cu­tar um script de insta­lação provido pelo pro­jeto. Obs: você pre­cisa ter o python insta­l­ado na sua máquina.

wget http://svn.stmlabs.com/svn/raspbmc/testing/installers/python/install.py
chmod +x install.py
sudo python install.py

A imagem gravada no cartão é um insta­l­ador do Raspbmc. Coloque na Rasp­berry Pi, conecte-a à Inter­net e espere a insta­lação, que pode levar até 30 minutos.

Depois é só colo­car seu filme ou série favorita e cur­tir seu media cen­ter de bolso.

 

Game of Thrones rodando em 720p na Rasp­berry Pi

OUTRAS DISTRIBUIÇÕES

Exis­tem out­ras dis­tribuições inter­es­santes para a Rasp­berry Pi, den­tre elas:

  • Debian “wheezy”: é uma imagem idên­tica à Rasp­bian “wheezy”, mas ape­nas com suporte à soft-float ABI. Isso sig­nifica que as oper­ações de ponto flu­tu­ante são emu­ladas por soft­ware. Esta dis­tro deve ser usada quando você deseja usar alguma bib­lioteca que não suporta hard-float ABI como a JVM da Ora­cle.
  • Arch Linux ARM: baseada na dis­tribuição Arch Linux, voltada à usuários mais avançados.
  • QtonPi: dis­tribuição cus­tomizada para tra­bal­har com o Qt.
  • Open­ELEC: outra dis­tribuição para media cen­ters baseada no XBMC.

Uma lista mais com­pleta das dis­tribuições disponíveis para a Rasp­berry Pi pode ser aces­sada aqui.

COMPRANDO

Você pode com­prar a Rasp­berry Pi na Farnell/Element 14 ou na RS Com­po­nents.

A Far­nell Brasil esta man­tendo um estoque local de peças. Se você tiver sorte de encon­trar disponi­bil­i­dade em estoque, deve pagar em torno de R$180,00 e rece­ber a placa em 3 dias.

Caso con­trário, você pode impor­tar, mas dev­erá esperar algu­mas sem­anas para receber.

Não se esqueça de que só vem a placa! Se pre­cisar, com­pre tam­bém um cabo micro USB e um cartão SD de pelo menos 4G.

Atu­al­iza­ção: Recebi um con­tato da Far­nell Brasil me dizendo que eles acabaram de rece­ber 1000 pla­cas (no dia em que escrevo este artigo), e que estas pla­cas estarão disponíveis para venda a par­tir de 11/09/2012. Para efe­t­uar a com­pra, é só ligar para o Con­tact Cen­ter da Far­nell (11 40669400 — opção 1) e infor­mar o código interno da Rasp­berry Pi: 83T1943.

Share this article

  • Rafa

    Olá,

    tenho um colega que consegue ter as notícias na TV (Samsung) todas as manhãs, através da internet. É uma característica de própria TV. Sabe se já dá para fazer isso com Raspberry?

    Cumprimentos,
    Rafa